História

História - Bar do Alemão

Em 1902, na cidade de Itu, o imigrante alemão Adolf Steiner, no Brasil desde 1889, abre juntamente com seu filho Max, a Padaria e Confeitaria Alemã.

É nesta padaria que Max, depois do expediente de trabalho, reúne seus amigos para apreciar as bebidas de sua terra natal: a Cerveja e o Steinhäger. Para acompanhar as bebidas, Max preparava sua especialidade, o bife a cavalo com molho de tomate e cebola, feitos na hora.

Fachada da padaria, confeitaria e restaurante na década de 30. Nesta época, por pressões da 1ª Guerra Mundial, o nome foi alterado para Padaria Ituana.

Na década de 30 eram tantos os apreciadores do bife da Padaria Alemã, que Max, sempre atento à demanda, agrega à Padaria um Bar e Restaurante. É nesta época que a Antártica lança seu chope e o estabelecimento de Max se torna o primeiro e único do interior do estado a ter esse produto e passa a ser mais um diferencial, pois o chope era um produto raro.

Paulo Steiner na choperia do restaurante, seu lugar predileto.


Na década de 60, além do já famoso bife, o Bar do Alemão, como passou a ser chamado pelo público, oferecia outra delícia a seus clientes: o Filé à Parmegiana.

Proprietários e funcionários da Padaria e Confeitaria na década de 30

Marcos Steiner Netto e Paulo Steiner Junior no caixa do restaurante.


Os filhos de Paulito, Marcos Netto e Paulo Jr. passam a comandar o negócio e além de ampliar e reformar as antigas instalações, lançam o que até hoje é o carro chefe do Bar do Alemão de Itu, o famoso Filé à Parmegiana.

Esta receita, saborosíssima, aliada ao generoso corte de carnes selecionadas com atenção, fez da Parmegiana do Bar do Alemão a mais conhecida e famosa do Brasil.

Interior do restaurante na década de 40.


<

É a paixão pela boa comida, boa bebida e o convívio com os amigos que faz com que o Bar do Alemão seja hoje reconhecido internacionalmente.

Com o passar dos anos foram feitas muitas reformas e ampliações para se adaptar aos novos tempos. Hoje, comandada pela 4ª geração, o Bar do Alemão conta com diversos espaços para reuniões, festas, eventos, confraternizações, casamentos, aniversários e batizados.


Restaurante na década de 60.

Restaurante na década de 80.

Fachada atual do bar do Alemão em Itu